Últimas Notícias

03/07/2017

AGORA É LEI: CONSCIENTIZAÇÃO AO LÚPUS É INCLUÍDA NO CALENDÁRIO SANTISTA


Agora é lei no município de Santos: todo mês de maio será marcado pelas ações de prevenção, de diagnóstico e de tratamento do Lúpus, doença autoimune que pode afetar tecidos saudáveis do corpo e prejudicar os movimentos. Proposta pela vereadora Telma, a partir de pedidos de portadores da doença em Santos em audiência pública, a lei foi aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pela Prefeitura de Santos nesta segunda-feira (03/07).

O Lúpus pode afetar principalmente pele, articulações, rins, cérebro, mas também todos os demais órgãos, ocasionando lesões de diversos graus, que podem confundir confundir e retardar o diagnóstico. Embora não tenha cura, existe tratamento para a doença. Santos já possuia a Lei 3.131, de 29 de abril de 2015, que instituiu na cidade, a cada 10 de maio, o Dia da Consciência e Atenção aos Portadores do Lúpus, mas não previa ações de conscientização à população sobre a doença, o que passa a ter a partir do projeto de Telma.

"Promovemos uma audiência com especialistas que afirmaram: quanto mais cedo a sua descoberta, mais eficaz pode ser o tratamento dos sintomas. E é por isso que, atendendo pedidos de seus portadores, propus a Lei de Conscientização ao Lúpus, ampliando o cuidado e o conhecimento da população sobre a doença. Agora, vamos à luta pela aprovação do projeto que cria a Política de Atenção ao Lúpus e Doenças Autoimunes na Rede Municipal", destaca a vereadora.

Telma é, ainda, autora do Projeto de Lei 1
12/2017, que institui a Política Municipal para o Diagnóstico Precoce de Lúpus, prevendo a realização de exames de detecção e o atendimento em unidades básica de saúde e especializadas, com capacitação do corpo clínico.