Últimas Notícias

18/10/2017

TELMA FAZ B.O. COM DENÚNCIA SOBRE FALSIDADE IDEOLÓGICA


A vereadora Telma de Souza, ex-prefeita de Santos, fez um Boletim de Ocorrência (B.O.), para denunciar crime de falsidade ideológica, por uso indevido de seu nome e cargo. Telma apresentou o pedido de investigação policial, após descobrir que uma mulher se apresentava como ela e cobrava recursos antecipados para locação de imóvel para temporada, no litoral paulista.

A parlamentar foi procurada e alertada por pessoas que mantiveram contato com a infratora, na tentativa de alugar imóveis em Caraguatatuba e São Sebastião, por meio de um celular de código 011 e por aplicativos cujo perfil adotava uma fotografia da vereadora. Nessas ocasiões, a pessoa pedia recursos antecipadamente para “segurar a locação” e, como suposta garantia, utilizava o nome e a imagem da ex-prefeita, em razão do respeito e da confiança conquistados ao longo dos seus 35 anos de vida pública.

Telma de Souza é uma das personalidades políticas mais conhecidas da Baixada Santista e do Estado de São Paulo, tendo sido vereadora em três oportunidades, seis vezes deputada (sendo quatro federal e duas estadual), além de prefeita de Santos.

A vereadora não possui imóveis fora de Santos. Telma reside há 50 anos na mesma casa, no Embaré, herança dos pais, os ex-vereadores João Inácio de Souza, o Joãozinho do Instituto, e Hilda Augusto de Souza. Atualmente, além deste imóvel, Telma possui apenas um apartamento, no Macuco.