Propostas

MOBILIDADE URBANA

TELMA É MAIS MOBILIDADE
O crescimento econômico e o aumento do poder de consumo da população trouxeram à tona um novo desafio: como resolver os problemas de Mobilidade Urbana especialmente nas regiões metropolitanas? Telma de Souza propõe uma solução simples e eficaz, baseada na integração de modais aliada a investimentos em infraestrutura, para privilegiar o transporte público regional, oferecendo, também, opções menos poluentes, como o uso de hidrovias, ferrovias e ciclovias.
 
UM TRABALHO QUE NÃO PARA
Telma de Souza sempre teve um cuidado especial com a Mobilidade Urbana. Por ser nascida em Santos, cidade que abriga o maior porto do Brasil, desde cedo convive com a falta de estrutura para recebimento e escoamento das cargas e que prejudica o dia a dia da população. Na vida pública, seu primeiro trabalho, ainda como vereadora, em 1982, foi propor um estacionamento para os caminhões que circulavam no cais, um pleito que perdura até hoje. Depois, como prefeita, Telma construiu o Terminal de Integração de Passageiros, fazendo com que os usuários do transporte coletivo não precisassem mais pagar duas passagens, uma espécie de bilhete único. Já nos quatro mandatos como deputada federal, Telma conseguiu liderar a bancada paulista para obter os recursos iniciais para a construção da Avenida Perimetral do Porto de Santos, hoje o principal pulmão do trânsito regional. No atual mandato, como deputada estadual, ela prioriza a luta pela integração do transporte regional e multimodal. Fez emendas para a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e do BRT – Veículo Leve sobre Pneus. Também apresentou projetos para regulamentação do tempo de travessia de balsas e luta para a reativação do transporte ferroviário ligando o Planalto e o Litoral e a criação do trem de alta velocidade entre a Metrópole e o Interior.
 
PROPOSTA DA TELMA PARA A MOBILIDADE
- Apresentar leis de incentivo ao transporte público de qualidade e de massa;
- Propor um planejamento estadual de logística, envolvendo rodovias, ferrovias, hidrovias e ciclovias;
- Indicar a implantação de sistemas de integração de modais nas regiões metropolitanas;
- Lutar pela reativação do transporte ferroviário ligando o Planalto e o Litoral;
- Trabalhar pela aprovação de projetos de transporte entre a Capital e o Interior;
- Defender os direitos da população em situações de desapropriações por parte do Governo do Estado;
- Fiscalizar as obras de ampliação de rodovias para conciliar com o desenvolvimento local e a preservação das comunidades próximas;
- Apresentar emendas para as obras do VLT e do BRT nas regiões metropolitanas do Estado;
- Cobrar uma solução definitiva do Governo do Estado à ligação das duas margens do Porto de Santos, priorizando a construção de túnel submerso ao fundo do Canal do Estuário;
- Incluir recursos no orçamento para expandir o VLT para o Guarujá;
- Implantar o BRT no Litoral Sul, Litoral Norte e Vale do Ribeira.