Propostas

MULHERES

AS MULHERES COM A FORÇA DE TELMA
Telma de Souza é uma mulher guerreira. Desde cedo, aprendeu a superar os desafios impostos pela sociedade. Formou-se em Pedagogia, mas não limitou-se às salas de aula. Iniciou suas lutas sociais por meio do Movimento pela Anistia, já que seu pai, o ex-vereador em Santos João Inácio de Souza, fora cassado pela ditadura militar. Atuou pelas Diretas Já. Foi eleita vereadora em Santos, ainda no período de exceção e, prefeita da cidade, no início da redemocratização do País. Telma não se intimidou com o preconceito por ser mulher e tornou-se uma das principais defensoras da igualdade de gêneros. Para Telma, homens e mulheres são complementares em todas as áreas da sociedade, mas é preciso garantir os direitos femininos para que a equidade seja alcançada de fato.

CONQUISTAS DE MULHER PRA MULHER
Desde que iniciou sua vida pública, Telma é uma incansável batalhadora pelos direitos das mulheres. Os trabalhos realizados comprovam a sua dedicação. Criou casas abrigos, coordenadoria de mulher, programas de saúde para a população feminina, e, mais recentemente, foi a autora do projeto de criação da Procuradoria Especial da Mulher em São Paulo, cargo que ocupa na Assembleia Legislativa do Estado e conseguiu replicar em dezenas de cidades. Por este trabalho, Telma tem lutado no combate à violência contra a mulher, por exemplo, pela melhoria das condições de higiene e infraestrutura nas cadeias femininas, pela ampliação de varas de violência doméstica e, ainda, pela ampliação dos serviços de Saúde, da Segurança para as mulheres e pelo estímulo ao empoderamento das mulheres.

PROPOSTAS DE TELMA PARA AS MULHERES
- Criação da Secretaria Estadual de Políticas para Mulheres, seguindo o exemplo do Governo Federal que já tem este órgão;
- Criação de Delegacias de Defesa da Mulher em todas as regiões metropolitanas e administrativas do Estado, com atendimento 24 horas, inclusive aos feriados e finais de semana;
- Capacitar os funcionários das Delegacias da Mulher para o acolhimento de vítimas e tratamento adequado;
- Abertura de varas especializadas em violência doméstica e familiar em todas as comarcas do Estado de São Paulo. Telma já iniciou entendimentos para este objetivo e obteve apoio da Presidência do Tribunal de Justiça;
- Expandir a Procuradoria Especial da Mulher para todos os municípios paulistas;
- Promover atendimento médico ginecológico e psicológico em todos os equipamentos prisionais do Estado;
- Democratizar o Conselho Estadual da Condição Feminina, ampliando a participação da sociedade e propondo políticas para o setor;
- Acionar o Governo do Estado para o cumprimento das metas do Plano Nacional de Enfrentamento a Violência Contra a Mulher;
- Estimular para que os municípios façam adesão ao Plano Nacional de Enfrentamento a Violência Contra a Mulher.