Propostas

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO COM QUALIDADE DE VIDA

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO COM QUALIDADE DE VIDA
De nada adianta ser o estado mais rico do Brasil se as pessoas que vivem nele não tiverem qualidade de vida. O progresso financeiro do governo precisa contemplar políticas sociais voltadas ao bem-estar da coletividade, gerando serviços de qualidade, emprego e renda para a população. Este é o pensamento da Telma de Souza. Neste sentido, ela trabalha para que os principais vetores econômicos do Estado, entre eles Porto, Indústria e Pré-sal, estejam em uma estratégia de crescimento que contemple a inclusão social de forma integrada ao uso eficiente e responsável dos recursos naturais, com o direito ao território, a partir de processos desburocratizados, ágeis e rápidos, oferecendo igualdade de condições e de acesso a todos os paulistas, garantindo o direito do futuro às novas gerações.
 
PROPOSTAS DA TELMA
- Propor leis para a destinação de recursos do Orçamento Estadual para a construção de novos acessos aos portos comerciais no Estado de São Paulo;
- Incentivar o Governo do Estado a cumprir as etapas preparatórias para a construção do Ferroanel, junto à faixa de domínio do Rodoanel,  para segregar o tráfego de passageiros e de cargas, da Capital em direção ao Porto de Santos;
- Defender a ampliação de cursos voltados ao setor portuário na grade curricular nas Etecs e Fatecs existentes nas regiões metropolitanas da Baixada Santista e do Vale do Paraíba;
- Propor programa de integração entre os portos de Santos e São Sebastião no sentido de agregar valor às mercadorias movimentadas e evitar a competição entre os dois complexos;
- Destinar recursos do Orçamento Estadual para infraestrutura portuária nos municípios de Ilhabela e Cananéia, com fins turísticos ambiental, objetivando a realização de escalas de transatlânticos;
- Propor a reativação do trem ligando o Planalto e a Baixada Santista, reservando a Via Anchieta para uso exclusivo de caminhões;
- Destinar recursos do Orçamento Estadual para a ampliação de eclusas, barragens, retificação de canais e implantação de terminais multimodal na Hidrovia Tietê-Paraná, para transporte de cargas em direção ao Porto de Santos;
- Incentivar a formação e a qualificação de profissionais para o setor de Petróleo e Gás e offshore;
- Propor a ampliação de cursos voltados à cadeia do Petróleo e Gás  nas escolas técnicas profissionalizantes do Estado;
- Estimular o aprimoramento da infraestrutura básica de serviços nas cidades-polo da Bacia de Santos;
- Instituir cadastro de empresas estaduais para o fornecimento de materiais para a cadeia de Petróleo e Gás;
- Incentivar o Governo do Estado a apoiar municípios e órgãos do Sistema Integrado de Licenciamento para programas de deseburocratização;
- Promover discussões com órgãos empresariais para apresentar proposta de redução do tempo de abertura de empresas;
- Criar mecanismos legais para responsabilizar civil e criminal o agente licenciador de projetos;
- Revisar normas e leis estaduais de contratação de mão de obra;
- Dar autonomia aos Institutos de Pesquisa Estaduais no estabelecimento de convênios, parcerias e contratos com empresas privadas e entidades de classe com previsão de recursos financeiros;
- Articular a ampliação às linhas de financiamento em inovação do Estado de São Paulo;
- Incentivar a instalação de empresas de base tecnológica e inovação no Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec) e na Rede Paulista de Incubadoras (RPITec).